free html templates

Pontos Turísticos - Porto Alegre/RS


Porto Alegre, multicultural por natureza

Um conjunto de múltiplas expressões, de variadas faces, origens étnicas e religiosas faz de Porto Alegre um raro espaço onde os contrastes e a diferença são bem acolhidos e sempre bem-vindos. A cidade foi fundada em 1772 por casais portugueses açorianos. Ao longo dos séculos seguintes, acolheu imigrantes de todo mundo, em particular alemães, italianos, espanhóis, africanos, poloneses e libaneses, entre católicos, judeus, protestantes e muçulmanos.

Assim é Porto Alegre, multicultural por natureza, terra de grandes escritores, intelectuais, artistas e políticos que marcaram a história do Brasil. A cidade, que é capaz de produzir e sediar eventos de grande porte, com expressão nacional e internacional, é também a capital que projetou do Estado do Rio Grande do Sul para o mundo jogadores de futebol como Ronaldinho e Pato, campeões olímpicos como Daiane dos Santos e João Derly, e celebridades como a übermodel Gisele Bündchen.

Portão de entrada de turistas no Estado e a apenas 120 quilômetros da aprazível Serra Gaúcha, Porto Alegre é um movimentado pólo de serviços e de infraestrutura de qualidade reconhecidas, base de grandes empresas nacionais e internacionais e um dos principais destinos de eventos internacionais no Brasil.


Informações Gerais

    Fundação oficial: 26 de março de 1772

    Localização: Latitude S - 30º / Longitude W - Greenwich 51º.

    Capital mais meridional do Brasil.

    Altitude: 10m

    Área: 496,684 km2

    População: 1.409.351 ( Fonte: IBGE - Censo Demográfico 2010 )


Indicadores

    IDH: 0,865 (Capital com os melhores índices de educação, longevidade e renda o Brasil/ONU 2000)

    Expectativa de vida- 71,59 anos

    Taxa de analfabetismo da população de 15 anos ou mais (em %): 2,28


Serviços Básicos

    Abastecimento de água adequado: 99,35%

    Coleta de lixo adequada: 99,72%

    Esgoto sanitário adequado: 93,9%

    Existência de energia elétrica: 99,9%

    Existência de medidor de energia elétrica: 99,2%

    Fonte: IBGE - Censo Demográfico 2010